terça-feira, 10 de abril de 2012

Céu

Essa aí é a tanlentosa e linda Céu...



Fiz minha casa no teu cangote
Não há neste mundo o que me bote
Pra sair daqui
(uh uh uh)
Te pego sorrindo num pensamento
Faz graça de onde fiz meu achego, meu alento
E nem ligo
Como pode, no silêncio, tudo se explicar?!
Vagarosa, me espreguiço
E o que sinto, feito bocejo, vai pegar
Fiz minha casa no teu cangote
Não há neste mundo o que me bote
Pra sair daqui

 

Estes tempos ando ouvindo muito ela, e a inspiração bateu,
fiz uma carinha da Céu no cangote dela!Curtiram??